Últimas notícias:

Publicidade Legal com Certificação Digital. “Lei 13.818/2019, que alterou o art. 289, da Lei das S/As. Em vigor desde 1º/01/2022.

Começa nova fase de desassoreamento do Rio Sorocaba

rio

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) iniciou nova fase das obras de desassoreamento do Rio Sorocaba. Com a conclusão dos trabalhos no córrego Itanguá, a escavadeira hidráulica e os caminhões que estavam sendo utilizados lá, foram deslocados para reforçar nessa nova etapa de intervenção no Rio Sorocaba.

“O novo trecho que está sendo desassoreado, com 360 metros de extensão, parte da ponte da Radial Norte, seguindo o curso do rio, nas proximidades do Jardim Brasilândia. Ou seja, duas equipes trabalham diariamente no local, uma delas é a que finalizou os trabalhos no ponto anterior, nas proximidades da confluência entre as avenidas Dom Aguirre, a Artur Bernardes e o Parque das Águas”, aponta o diretor-geral do Saae/Sorocaba, Tiago Suckow.

O desassoreamento do Rio Sorocaba teve início em 11 de maio deste ano e, até ontem, já tinham sido retirados 27.500 metros cúbicos de resíduos, o equivalente a 2.292 caminhões cheios. Após a coleta do sedimento depositado no leito do rio, o material é transportado por caminhões até a área de descarte apropriada. As iniciativas são uma parceria do Município com o Governo do Estado, via Programa de Revitalização e Sustentabilidade Hídrica – Rios Vivos, gerenciado pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee).

No total, as intervenções serão feitas em uma extensão de 9,2 quilômetros do trecho urbano do Rio Sorocaba. Os serviços técnicos estão sendo executados pelas equipes do Saae/Sorocaba, enquanto os recursos e equipamentos empregados são oriundos do Governo do Estado.

O desassoreamento do Rio Sorocaba compreenderá o trecho total entre a Radial Norte e a Rodovia Raposo Tavares, em nove pontos com maior acúmulo de sedimentos. São eles: Radial Norte, Parque das Águas, Jardim Iguatemi, Rua Saliba Mota, Subestação da CPFL, Usina Cultural, Praça Lions, Terminal São Paulo e Ponte Pinheiros.

O volume total estimado de material a ser recolhido é de 50 mil m³, durante seis meses. Até ontem, já estava sendo finalizada grande parte dos trabalhos compreendidos entre os trechos 1, localizado nas proximidades da confluência da Rua Luís Braille com a Alvarenga Peixoto, no Jardim Brasilândia, e trecho 3, entre as avenidas Dom Aguirre e Artur Bernardes, no Jardim Maria do Carmo.

Foto: Divulgação

Pais de crianças com autismo protestam contra medida de plano de saúde

Estado tem seis das 10 cidades com menores taxas de homicídio do Brasil

Fiscalização de trânsito faz 19 autuações no Jardim Zulmira

Empresário que atirou contra casal é preso

Estreia na Copa América é vista como oportunidade

Amarelinha encara Costa Rica na próxima segunda-feira (24), às 22 horas, nos EUA

Itu e Salto sediam Mostra de Modelismo Ferroviário

Evento começa no próximo dia 22 na Estação Ferroviária de Itu e Salto e terá entrada franca


Anuncie aqui!

Prencha e entraremos em contato!