Últimas notícias:

Publicidade Legal com Certificação Digital. “Lei 13.818/2019, que alterou o art. 289, da Lei das S/As. Em vigor desde 1º/01/2022.

Chuva alaga e deixa famílias desalojadas  

Município decreta situação de emergência 

A Prefeitura  decretou situação de emergência pública na cidade, devido às fortes chuvas ocorridas entre a noite de segunda-feira (30) e madrugada desta terça-feira (31). O Decreto Municipal nº 27.614/2023 foi assinado pelo prefeito Rodrigo Manga, vigorando de imediato. A medida foi tomada considerando que compete ao Município a preservação do bem-estar da população, adotando ações imediatas que se fizerem necessárias para combater situações decorrentes das recentes chuvas.

As fortes chuvas que atingiram Sorocaba na segunda-feira (30) à noite provocaram transtornos em diferentes pontos e bairros da cidade, deixando avenidas e ruas alagadas. Casas também foram invadidas pela correnteza.

Equipes da Defesa Civil, Secretaria de Mobilidade, Secretaria de Serviços Públicos e Obras e o Saae estiveram pelas vias atendendo a ocorrências. No Jardim Faculdade, Mineirão e Parque Vitória Régia, entre 30 e 50 famílias estão desalojadas, segundo a Prefeitura.

Ocorrências também foram registradas nas ruas Antônio Furtado Lopes e Pedro Lombardi, no Mineirão; Rua Antônio de Andrade, no Jardim Santa Lucinda; e Rua Abner Pedroso Pacheco, no Jardim Guadalupe. As vilas Assis e Rica também tiveram alagamentos.

Na Avenida Dom Aguirre, trechos foram interditados e, por conta dos alagamentos, muitos pontos da via ficaram com lama. Para tanto, caminhões e equipes da Prefeitura faziam a limpeza na Avenida Dom Aguirre, na Avenida Juvenal de Campos e na Praça Lions.

Já na Vila Progresso e Jardim Abaeté, o Parque das Águas foi tomado pela água. O Rio Sorocaba já havia transbordado no começo desta semana e interditado a Avenida Quinze de Agosto, entre o  Retiro São João e o Parque das Águas.

Manga vai acionar órgãos para solução de enchentes

Órgãos estaduais e federais serão notificados para que, junto com a Prefeitura, possa ser encontrada uma solução para as enchentes na cidade. A afirmação foi dada pelo prefeito Rodrigo Manga, nesta terça-feira (31), durante coletiva de imprensa.

De acordo com ele, 80% do transtorno provocado no município são decorrentes da vazão da Represa de Itupararanga. Segundo o chefe do Executivo, há uma média de quatro metros cúbicos de vazão, o que foi aumentado para 30.

“É incontrolável o número de água que está descendo para o Rio Sorocaba. Lógico que tem a parte técnica de que pode extrapolar as represas, mas precisamos de ações efetivas”, disse o prefeito.

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) afirma que tem acompanhado as chuvas em Sorocaba e se sensibiliza com a situação dos alagamentos. “A CBA tem operado consistentemente para realizar o controle de cheias do Reservatório de Itupararanga”, disse.

“É notório que a precipitação de janeiro está acima da média. Diante do volume elevado de chuvas verificado nos últimos dias, a CBA reduziu, desde sábado (28), a vazão defluente do reservatório da UHE de Itupararanga. Neste momento, a vazão está em 18 m³/s”, completou.

Mês é o mais chuvoso desde 2012, diz Inmet

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), janeiro foi o mês mais chuvoso na cidade, quando comparado com os últimos 10 anos. Até esta terça-feira (31), foram totalizados 292,7 milímetros, que é o maior desde janeiro de 2012.

Já na região, devido às fortes chuvas que atingiram Tatuí (SP), município vizinho, a 58 km, o Fundo Social de Solidariedade prestou auxílio às famílias atingidas naquela cidade, com a distribuição de 52 cestas básicas e kits de higiene.

O temporal que atingiu Tatuí, no sábado passado (28), provocou alagamentos em diversos pontos daquela cidade, atingindo inúmeras famílias. O Governo do Estado de São Paulo e a Defesa Civil estadual informaram que estão buscando soluções para auxiliar o município.

Manga, juntamente com o secretário municipal de Segurança Urbana, Alexandre Caixeiro, e equipe do Fundo Social fizeram uma visita a Tatuí, quando, além de prestar auxílio, solidarizaram-se com o prefeito da cidade, Miguel Cardoso Júnior, e a primeira-dama, Regiane Rosa.

Munícipes sorocabanos que desejarem ajudar, podem fazê-lo, doando cestas básicas, alimentos não perecíveis e itens de higiene ao FSS de Sorocaba, que entregará os donativos à cidade vizinha de Tatuí. O contato pode ser feito pelo telefone do FSS (15) 9-9108-4462.

Cerca de 400 alunos participam de plantio de mudas de árvores

ETE Pitico opera com capacidade ampliada e estruturada até 2025

ETE Pitico recebe e trata o esgoto gerado nos bairros localizados à esquerda da Avenida Itavuvu e à direita da Avenida Ipanema, na zona norte

Autuações contra balões saltam 135% em SP

Castello-Raposo espera 667 mil veículos no feriado

Movimento começa a ficar intenso nesta quarta-feira (29)

Espetáculos encerram mês no Sesc Sorocaba

Apresentações trazem peças inspiradas em obras de Shakespeare e circo freak-show

A exuberante natureza e roteiros do Vale do Ribeira


Anuncie aqui!

Prencha e entraremos em contato!