Últimas notícias:

Publicidade Legal com Certificação Digital. “Lei 13.818/2019, que alterou o art. 289, da Lei das S/As. Em vigor desde 1º/01/2022.

Mês traz exibições de filmes, bate-papos, oficinas, narração de histórias e apresentações artísticas

Atividades têm povos indígenas como tema

Uma programação especial relacionada aos povos indígenas ocorre, neste mês, no Sesc Sorocaba. A ação em rede tem o objetivo de valorizar e difundir a diversidade cultural desses povos no Brasil, particularmente por meio de atividades que suscitam espaços de protagonismo para indígenas, provenientes tanto de aldeias, comunidades, quanto de contextos urbanos.

O público poderá conferir exibições de filmes, bate-papos, oficinas, narração de histórias, apresentações artísticas, entre outras ações. Com isso, a programação prossegue no próximo dia 22, às 19 horas, com os filmes Karaiw a’e wá (Os civilizados) e Thakhi e Nhemongueta Kunhã Mbaraet – Conversa nº 2.

Após a exibição da obra, o bate-papo será com a diretora, produtora, editora de documentários e coordenadora da Rede Katahirine, Maria Correa. Já no dia 29, no mesmo horário, será exibido o filme Originárias, Aguyjevete Avaxa’i, Wehsé Darase – Trabalho da Roça e Ava Yvy Vera – Terra do Povo do Raio, seguido do bate-papo com Natali Mamani.

Crianças

 No dia 19, as crianças participam da narração de histórias “Contos de Yvy Tenondé”, que apresenta contos de um outro tempo, que se passou no primeiro mundo, na terra chamada Yvy Tenondé, onde os animais e humanos viviam em pequenos grupos e todos os seres falavam a mesma língua. A atividade será, a partir das 16 horas, na Convivência do Sesc.

Já no dia 24, às 19 horas, o encontro “O céu do povo Tukano: entre miradas e histórias” apresentará um diálogo de saberes entre a cosmovisão indígena do céu noturno para os povos Tukano orientais, da região do rio Tiquié, do Alto Rio Negro (AM), e a perspectiva astronômica acadêmica. A atividade é gratuita, mas os ingressos devem ser retirados a partir das 18 horas.

Apresentação

 Djuena Tikuna é uma das maiores referências na música indígena no País. Seu canto remete ao universo cultural do seu povo, originário do Alto Solimões, na fronteira do Brasil com o Peru e a Colômbia. Ela se apresenta no próximo dia 25, às 20 horas. Com lugares limitados, os ingressos custam R$ 10 (credencial), R$ 15 e R$ 30.

Foto: Divulgação

Cerca de 400 alunos participam de plantio de mudas de árvores

ETE Pitico opera com capacidade ampliada e estruturada até 2025

ETE Pitico recebe e trata o esgoto gerado nos bairros localizados à esquerda da Avenida Itavuvu e à direita da Avenida Ipanema, na zona norte

Autuações contra balões saltam 135% em SP

Castello-Raposo espera 667 mil veículos no feriado

Movimento começa a ficar intenso nesta quarta-feira (29)

Espetáculos encerram mês no Sesc Sorocaba

Apresentações trazem peças inspiradas em obras de Shakespeare e circo freak-show

A exuberante natureza e roteiros do Vale do Ribeira


Anuncie aqui!

Prencha e entraremos em contato!