Últimas notícias:

Publicidade Legal com Certificação Digital. “Lei 13.818/2019, que alterou o art. 289, da Lei das S/As. Em vigor desde 1º/01/2022.

Sessão é marcada por vandalismo

Câmara de Votorantim acata denúncia contra prefeita

DSC_0438

A denúncia contra a prefeita Fabíola Alves (PSDB), por supostas irregularidades administrativas, foi acatada nesta terça-feira (27) pela Câmara de Votorantim. A decisão deu-se por 7 votos a 4. Foram contrários os vereadores, Zelão (PT), César Silva (Cidadania), Robson da Farmácia (PSDB) e Rogério Lima (PP).

Uma denúncia protocolada na Câmara ressalta que a prefeita teria cometido infrações político-administrativas ao aumentar o salário de agentes políticos pela Revisão Geral Anual. Manifestantes também estiveram no Legislativo durante a avaliação da denúncia.

Nas palavras dos manifestantes, assim como nos cartazes e no carro de som, na parte externa do prédio, o presidente da Câmara, Thiago Schiming (PSDB), era chamado de golpista. A denúncia foi lida pelo vereador César Silva, primeiro secretário da Mesa Diretora.

Com isso, uma Comissão Processante dará prosseguimento ao processo de cassação da prefeita e do vice, Rodrigo Kriguer (PSD). A CP será formada por Zelão (PT), relator; Luciano da Silva (Podemos), presidente; e Cirineu Barbosa (PMN), membro.

Sessão é marcada por vandalismo

A sessão foi marcada por quebrados, cartazes e moedas jogados no plenário, palavras de baixo calão, ofensas e ameaças. Vereadores também acabaram agredidos fisicamente. O vereador Gaguinho (PTB) foi atingido na testa por moedas arremessada por um dos manifestantes e acabou ferido, com um sangramento na testa, precisando de cuidados por parte de funcionários do Legislativo. Aos berros, o grupo preferia ofensas pessoais, e ameaças de agressão.

A Polícia Militar foi acionada para conter os manifestantes antes da sessão, uma vez que os mesmos, com carro de som, estavam na porta do Legislativo e orientou que não fosse utilizada a capacidade máxima do plenário como forma de preservar a integridade de todos.

Já a Guarda Civil Municipal, apesar de ofício do Presidente do Legislativo, solicitando o acompanhamento da sessão para evitar danos ao patrimônio público, não encaminhou efetivo e não respondeu a nenhum chamado feito durante a sessão.

A transmissão foi prejudicada em diversos momentos devido aos atos de vandalismo dos manifestantes que inclusive desacataram funcionários que tentavam exercer suas funções no momento da sessão.

Sobre a condução dos trabalhos legislativos desta terça-feira (27), o vereador Thiago Schiming – Presidente da Câmara Municipal de Votorantim – disse que foram respeitados o Regimento Interno do Poder Legislativo e os ritos normativos, portanto não havia nenhuma necessidade de protestos acalorados, destemperados e desesperados, com ofensas verbais e físicas e ainda danos ao patrimônio público, que, no mínimo, resultarão em oneração aos cofres do Município.

Os valores dos estragos estão sem apurados, porém o vídeo do momento exato em que o vidro do plenário foi quebrado já está nas mãos da equipe do jurídico que estudará como devem ser os próximos passos a serem seguidos. Thiago Schiming lamentou o tumulto, as tentativas seguidas de atrapalhar os trabalhos legislativos e de intimidação e o desprezo à democracia.

Foto: Divulgação

Cerca de 400 alunos participam de plantio de mudas de árvores

ETE Pitico opera com capacidade ampliada e estruturada até 2025

ETE Pitico recebe e trata o esgoto gerado nos bairros localizados à esquerda da Avenida Itavuvu e à direita da Avenida Ipanema, na zona norte

Autuações contra balões saltam 135% em SP

Castello-Raposo espera 667 mil veículos no feriado

Movimento começa a ficar intenso nesta quarta-feira (29)

Espetáculos encerram mês no Sesc Sorocaba

Apresentações trazem peças inspiradas em obras de Shakespeare e circo freak-show

A exuberante natureza e roteiros do Vale do Ribeira


Anuncie aqui!

Prencha e entraremos em contato!