Últimas notícias:

Publicidade Legal com Certificação Digital. “Lei 13.818/2019, que alterou o art. 289, da Lei das S/As. Em vigor desde 1º/01/2022.

Focado no público adulto, evento é composto por espetáculos que trazem um olhar crítico sobre a figura do palhaço em meio a temas atuais 

‘Palhaço ao revés’ chega à 2ª edição

palhaço

Mais uma edição do especial “Palhaço ao revés” chega ao palco do Sesc Sorocaba. A partir desta quarta-feira (20), às 20 horas, o público poderá assistir à mostra de espetáculos que busca apresentar a imagem do palhaço para além dos estereótipos da comicidade infantilizada.

Nas apresentações, a figura controversa do palhaço é evidenciada em momentos dramáticos, críticos e reflexivos, dedicados ao público adulto. De acordo com Gilcemar Borges, programador cultural do Sesc, esta segunda edição mergulha nos pensamentos e atitudes de personagens que vivem em um mundo problemático.

“Longe de encontrar personagens planos com números e esquetes prontas e já conhecidas, o público terá contato com histórias densas, e a risada virá muito mais pelas contradições apresentadas em cena e situações surreais. ‘Palhaço ao revés’ traz discussões e pensamentos complexos por meio de piadas adultas”, conta.

Os ingressos para o espetáculo custam R$ 30 (inteira), R$ 15 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, acompanhante de pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante) e R$ 9 (credencial plena). As vendas on-line ocorrem no sescsp.org.br/sorocaba. A classificação é 14 anos.

Espetáculos vão até este sábado

A mostra tem início nesta quarta-feira (20), com o espetáculo “Fuera!”, da atriz argentina Letícia Vetrano. A apresentação segue a história de Maria Peligro, que desde a morte de seus pais age como se nada tivesse acontecido, como se eles ainda estivessem ali. No dia de seu aniversário, acorda decidida a mudar o seu próprio destino.

Já na quinta-feira (21), é a vez do artista argentino Tato Vilanueva dar vida a “Galíndez”, um palhaço agente da lei que se prontifica a arruinar e suspender qualquer tipo de evento cultural. Somente o público presente e algumas situações emocionantes farão Galíndez mudar de ideia e se tornar defensor da arte e de suas expressões populares.

No dia seguinte, sexta-feira (22), a Trupe Lona Preta apresenta a peça “O circo bélico”, sobre uma empresa que chega para explorar o seu novo local de investimento. O cenário é de guerra e o investimento, um poço de petróleo. Os funcionários são palhaços que batalham e seguem firmemente a ordem do “cada um por si”.

E se um palhaço em crise fosse pedir ajuda em uma sessão de terapia em grupo? Essa é a premissa do monólogo “Pontos de vista de um palhaço”, com Daniel Waren, que finaliza a mostra no sábado (23). O espetáculo é baseado no romance homônimo do escritor e dramaturgo alemão Heinrich Böll.

Fotos: Divulgação

Cerca de 400 alunos participam de plantio de mudas de árvores

ETE Pitico opera com capacidade ampliada e estruturada até 2025

ETE Pitico recebe e trata o esgoto gerado nos bairros localizados à esquerda da Avenida Itavuvu e à direita da Avenida Ipanema, na zona norte

Autuações contra balões saltam 135% em SP

Castello-Raposo espera 667 mil veículos no feriado

Movimento começa a ficar intenso nesta quarta-feira (29)

Espetáculos encerram mês no Sesc Sorocaba

Apresentações trazem peças inspiradas em obras de Shakespeare e circo freak-show

A exuberante natureza e roteiros do Vale do Ribeira


Anuncie aqui!

Prencha e entraremos em contato!